T-CROSS VENCE CONCORRENTES

Fabricado em São José dos Pinhais (PR), o novo SUV da Volkswagen (e o primeiro da categoria compacto) chegou esse mês nas concessionárias e já tem se destacado em relação aos concorrentes.
O T-Cross versão 250 TSI Highline foi testado pela revista Auto Esporte e comparado com alguns concorrentes e adivinha: o VW vence em diversos quesitos.

Vence em tecnologia

O T-Cross Highline traz como item de série sistema kessy, detector de fadiga, sistema start-stop e sistema VW connect, plataforma digital que conecta as informações do veículo a um aplicativo que monitora e auxilia o motorista a conduzir melhor, gastar menos e facilita o atendimento no momento da revisão.
O concorrente japonês, mesmo a versão mais cara, não possui sistema keyless e ainda utiliza chave canivete para destravar as portas e ligar o motor, nada de botão start-stop nem fechadura inteligente. Além disso, a tela multimídia possui baixa resolução, deixando as imagens desfocadas ao acionar a câmera de ré, enquanto o T-Cross traz uma qualidade de imagem full HD.

CLIQUE AQUI E FALE COM NOSSOS CONSULTORES

Vence em motorização e performance

O T-Cross com seu motor de 250 TSI entrega 25 kgfm de torque e 150 cv de potência. Enquanto o concorrente com motor 1.8 entrega 140 cv.
A aceleração também é a melhor dos SUV’s. O T-Cross vai de 0 a 100 km em 9 segundos. O concorrente sul-coreano faz em 9,7 segundos, o concorrente japonês em 10,6 segundos e o concorrente americano em 12,7 segundos.

Vence em equipamentos

O T-Cross traz como diferencial vários itens opcionais que até então não se encontravam nesta categoria de SUV compacto, como painel digital, faróis full LED, teto solar panorâmico, sistema de estacionamento semi-autônomo (park assist) e multimídia tecnológica com conectividade que se integra ao celular do motorista. A VW também sai à frente e oferece as 3 primeiras revisões de série gratuitas.
Dos equipamentos dos concorrentes, o SUV japonês não vem com sensor de ré, não tem a opção de faróis de full LED e não tem a opção de teto solar. O concorrente sul-coreano também não tem a opção de adicionar faróis full LED nem teto solar.

Alguém ainda tem dúvidas de que o T-Cross veio para revolucionar os padrões do segmento?

Mais que um SUV. Um SUVW.

CLIQUE AQUI E FALE COM NOSSOS CONSULTORES

Gostou? Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *